Manhã

Cursos de 10 horas nos dias de segunda, terça, quinta e sexta de 8h00 até 10h30 com certificação

Clique aqui para ver os preços dos cursos, visitas e workshops

Cromatografia em fase líquida e em fase gasosa

Local: Auditório do CT

Professores: Márcia Nogueira da Silva de la Cruz – IQ/UFRJ, Gabrielle Pereira das Neves – Farmanguinhos – FIOCRUZ e Igor Cunha Cardoso – FIOCRUZ
Pré-requisito desejado: Ter cursado as disciplinas dos quatro primeiros períodos da graduação de Química ou de cursos afins.

Ementa:

  • Fundamentos: Teoria e parâmetros.
  • CLAE: Instrumentação. Modos de separação e mecanismos. Seleção de colunas e aplicações. Parâmetros no desenvolvimento de método. Detectores universais e seletivos.
  • CG: Fundamentos teóricos. Instrumentação: injetores, técnicas de injeção, seleção de colunas e aplicações. Parâmetros no desenvolvimento de método. Detectores universais e seletivos.
  • Aplicações em análises: co-injeção, índices de retenção, padrões de referência, normalização de área, padronização externa, padronização interna, adição de padrão. Estudos de casos.

Bibliografia:
1. SKOOG, D.A.; WEST, D.M.; HOLLER, F.J., CROUCH, S.R. Fundamentos da Química Analítica. São Paulo: Thomson Learning, 2007.
2. AQUINO NETO, F.R.; NUNES, D.S.S. Cromatografia: Princípios Básicos e Técnicas Afins. Editora Interciência, RJ, 188 pp., 2003.


Espectrometria de Massa Aplicada à Proteínas. Proteômica.

Local: Bloco A Sala 521 do CT

Professores: Fabio CS Nogueira – Unidade Proteômica – DBq/IQ -UFRJ, Magno Junqueira – Unidade Proteômica – DBq/IQ -UFRJ e Gilberto B. Domont – Unidade Proteômica – DBq/IQ -UFRJ
Resumo: Introdução à Proteômica e às Técnicas Proteômicas.
Proteínas, suas estruturas e conformações. Preparação de amostras. Dosagem de proteínas. Métodos cromatográficos para fracionamento de proteínas e peptídeos: exclusão molecular, fase reversa, troca iônica e afinidade. Desnaturação de proteínas. Enzimas e digestão de proteínas. Processamento de peptídeos e nanocromatografia líquida de fase reversa e multidimensionais. Espectrometria de massa (EM) aplicada a Proteômica: princípios e conceitos, métodos de ionização suave (ESI e MALDI), tipos de analisadores, acoplamento nLC – espectrômetro de massa. Proteômica bottom up, middle-down e top-down. Métodos químicos e computacionais para identificação e quantificação de peptídeos e proteínas. Target-proteomics. Modificações pós-traducionais de proteínas. Limitações, vantagens e desvantagens das diversas técnicas, seus erros comuns e perspectivas. Aplicações.

Bibliografia:

1. The ABC´s (And XYZ´s) of peptide sequencing
Hanno Steen and Mathias Mann
Nature Reviews (2004): 5, 699-711 doi:10.1038/nrm1468
2. Principles of Electrospray Ionization
Matthias Wilm
Molecular & Cellular Proteomics, doi 10.1074/mcp.M111.009407–1
3. Protein Analysis by shotgun/bottom-up proteomics
Zhang, Y., Fonslow, B., Shan, B., Baek, M-C and Yates, J.R.
Chem. Rev. (2013): 113(4), 2343-2394
4. Protein identification using MS/MS data
Cottrell, J.S.
J. Proteomics (2011): 74(10) 1842-1851 doi: 10.1016/j.prot.2011.05.014
5. Progress in Top-down proteomics and the analysis of proteoforms
Toby, T.K., Fornelli, L., and Kelleher, Neil
Annu.Rev Anal.Chem. (2016): 9(1):499-519 doi: 10.1146/annurev-anchem-071015-041550


Fundamentos, prática e perspectivas da perícia e da pesquisa em Química Forense

Local: Bloco A Sala 633 do CT

Professor: Prof. Dr. André Filipe dos Ramos Martins Braz – UFPE
Resumo: Este curso abordará o universo da Química Forense, desde o seu fundamento e princípios como sub-disciplina da Ciência Forense, passando por um aprofundamento dos métodos, técnicas e estratégias analíticas mais usados atualmente para resolver, na prática, alguns desafios recorrentes nas perícias, mostrando também algumas das mais inovadoras pesquisas acadêmicas no Brasil e internacionalmente, e terminando com alguns questionamentos relevantes sobre as perspectivas de futuro da área.


Noções Básicas de Petróleo, Derivados e Refino no Brasil

Local: Bloco A Sala 611 do CT

Professores: Tatiana Felix Ferreira – EQ/UFRJ, PETROBRAS e Débora Forte da Silva Lage – EQ/UFRJ, PETROBRAS
Contepudo Programático:
1º Dia: Petróleo: origem e formação; composição, principais características e classificação; reservas mundiais de petróleo; principais produtores, consumidores e refinadores de petróleo no mundo (Tatiana Felix).
2º Dia: Principais derivados, suas propriedades e aplicações; volumes de importação e exportação de derivados no Brasil (Tatiana Felix).
3º Dia: Esquema de Refino; Principais Processos de Refino no Brasil: Destilação Atmosférica e a Vácuo; Craqueamento Catalítico Fluido (Débora Lage).
4º Dia: Principais Processos de Refino no Brasil (cont.): Coqueamento Retardado; Hidrotratamento; Geração de Hidrogênio; Reforma Catalítica; Recuperação de Enxofre (Débora Lage).


Ciências Gastronômicas: a ciência por trás das preparações culinárias

Local: Bloco A Sala 624 do CT

Professora: Daniela Alves Minuzzo – INJC/UFRJ
Resumo:O curso, dividido em quatro encontros, busca introduzir os participantes no universo da cozinha através de uma abordagem que une a físico-química com a culinária. Passaremos desde conceitos introdutórios relacionados aos pesos e medidas e temperatura, até as preparações da chamada gastronomia molecular. A metodologia inclui a exposição teórica de alguns conceitos e premissas e a demonstração prática de algumas preparações.
Aula 1: Introdução (utensílios, equipamentos, pesos e medidas, densidade, viscosidade, calor e temperatura).
Aula 2: Ovos.
Aula 3: Pães e massas
Aula 4: Gastronomia Molecular


Técnicas Espectroscópicas Avançadas utilizando a Luz Síncrotron

Local: Bloco A Sala 530 do CT

Professor: Prof. Gerardo Gerson Bezerra de Souza – IQ UFRJ
Resumo:Introdução sobre a luz síncrotron e a nova fonte de luz brasileira, Sírius, além de fundamentos e aplicações de técnicas como XPS, NEXAFS, Fluorescência de Raios X e espectroscopia Auger.